sábado , 24 Fevereiro 2018
Home / MUNDO / Venezuela fará exercício militar em resposta a Donald Trump
Foto: Reprodução / Twitter

Venezuela fará exercício militar em resposta a Donald Trump

Venezuela fará exercício militar em resposta a Donald Trump, que não descartou sanções militares contra Maduro. Centenas de venezuelanos participaram de simulações de exercícios cívico-militares nesta quinta-feira (24), ordenados pelo presidente Nicolás Maduro. O dirigente está preparando um treinamento oficial para este final de semana, em resposta ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que disse não descartar uma alternativa militar para o país.

A emissora de televisão estatal VTV exibiu manobras militares, práticas de tiro e aterrissagem em pelo menos cinco das 24 entidades federais da Venezuela. As ações foram lideradas por membros da Força Armada Nacional Bolivariana (FANB) e, em alguns casos, contaram com a participação de civis.

De acordo com a agência estatal de notícias AVN, práticas similares têm sido realizadas ao longo da semana em uma dezena de cidades do interior do país. A força-tarefa organizada é uma preparação para o “exercício de defesa integral Soberania Bolivariana 2017”.

Estima-se que cerca de 10 mil militares devem chegar ao estado de Miranda, que cobre boa parte de Caracas, entre sábado e domingo. Além disso, o governo espera que mais de 100 mil venezuelanos, entre civis e soldados, participem da ação, em cidades como Azoátegui e Zulia, que faz fronteira com a Colômbia.

Segundo Maduro, trata-se de um “exercício nacional cívico-militar de defesa integral armada da pátria venezuelana que se dará em todo o território nacional”. Ele detalhou o plano na última semana, diante de milhares de pessoas em Caracas, durante um ato em rejeição à advertência de Trump.

A chamada “revolução bolivariana” realizou um exercício similar no qual participaram cerca de 500 mil pessoas em janeiro, quando o governo dos EUA decidiu prolongar o decreto emitido em 2015 que considera a Venezuela uma “ameaça extraordinária”.

“Queremos paz? Preparemo-nos para defender a paz com tanques, aviões, fuzis, mísseis e o principal: o coração formoso do povo nobre de (Simón) Bolívar e de (Hugo) Chávez”, argumentou o líder chavista.

Comentários com Facebook

comentários

Sobre Ipitanga

Ipitanga, rio vermelho para os índios. RMS Notícias by Lauro de Freitas. Curta!

Veja Também

Passageiro descobre câmera espiã em cabine do cruzeiro Carnival Cruise Line

Uma família da Flórida, Estados Unidos (EUA), está exigindo respostas da Carnival Cruise Line depois ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *