quinta-feira , 14 dezembro 2017
Home / BRASIL / Suíca debate com Coronel garantia de direitos de trabalhadores de empresas que encerraram contratos

Suíca debate com Coronel garantia de direitos de trabalhadores de empresas que encerraram contratos

Debater ações para fortalecer a garantia de direitos aos trabalhadores de empresas que encerraram seus contratos com os órgãos públicos. Esse foi o centro da reunião entre o vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), e o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Ângelo Coronel (PSD), nesta segunda-feira (4). O encontro aconteceu no gabinete da presidência da Casa Legislativa baiana e foi direcionado para ampliar a discussão da pauta do SindilimpBA – sindicato que representa os trabalhadores terceirizados.

“O Sindilimp sempre atua pelo bem do trabalhador e hoje não foi diferente. A reunião foi produtiva e o deputado entende, tem a sensibilidade, e defende os diretos trabalhistas dos profissionais – seja ele de qual setor for. E as empresas que têm seus contratos encerrados não cumprem com suas obrigações. Em sua maioria, os trabalhadores ficam sem seus direitos e penando no judiciário como mais um na fila de processos a serem analisados”, aponta Suíca.

Para o líder do PT na Câmara de Salvador, a ideia é aplicar a lei anticalote de forma rigorosa e cobrar das empresas que arquem com suas responsabilidades. Ainda conforme Suíca, Coronel pretende ampliar esse debate da Assembleia da Bahia. “O deputado vai fazer esse debater girar. É importante sempre termos pessoas do lado do povo, principalmente dos mais vulneráveis socialmente e é esse nosso trabalho como legisladores”, completa.

Vitor Fernandes (DRT-2430)

Comentários com Facebook

comentários

Sobre Ipitanga

Ipitanga, rio vermelho para os índios. RMS Notícias by Lauro de Freitas. Curta!

Veja Também

Qualifica Bahia certifica 680 trabalhadores de Salvador e Dias D’Ávila

Uma concorrida solenidade, nesta terça-feira (12), marcou a certificação de 680 trabalhadores e trabalhadoras de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *