quinta-feira , 18 Janeiro 2018
Home / RMS / Lauro de Freitas / Lauro de Freitas e mais sete cidades baianas vão adotar vacina fracionada da febre amarela
Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Lauro de Freitas e mais sete cidades baianas vão adotar vacina fracionada da febre amarela

A vacina contra febre amarela vai ser repartida em várias doses para imunizar mais gente. A técnica já foi usada na África, pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Nesta terça-feira (9), o governo federal explicou como isso vai ser feito no Brasil.

É a primeira vez que acontece o fracionamento de vacina no Brasil. Na manhã desta terça-feira (9), o ministério da Saúde anunciou que a vacina fracionada vai ser aplicada em três estados: Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo. São setenta e cinco municípios: cinquenta e dois em São Paulo, quinze no Rio e oito na Bahia. A meta é vacinar dezenove milhões e setecentas mil de pessoas.

A campanha vai ser feita apenas onde há evidência de circulação do vírus e um grande risco de transmissão. O ministério da Saúde vai disponibilizar quinze milhões e duzentas mil seringas para que o fracionamento seja feito. 

A dose de que antes era dada a uma só pessoa vai ser repartida em 5 partes iguais e poderia imunizar até cinco pessoas. Mas o governo considera que o fracionamento vai provocar a perda de uma dose – e na prática, uma dose vai vacinar quatro pessoas.

Ainda, a dose fracionada não será destinada a todos, diz a pasta. Crianças de 9 meses a até 2 anos, pessoas com condições clínicas específicas (como pacientes com HIV/Aids), gestantes e viajantes internacionais vão continuar tomando a dose padrão.

A meta do governo é vacinar 19,7 milhões de pessoas em 75 municípios destes estados. Ao todo, 15 milhões receberão a dose fracionada da vacina e outras 4,7 milhões, a dose padrão.

A vacina fracionada vai ser dada somente nos setenta e cinco municípios definidos pelos governos estaduais. Veja a relação completa.


Nota da Sesab:

A vacinação contra Febre Amarela será feita em forma de campanha, visando imunizar o maior número possível de pessoas (meta mínima 95%), em um curto espaço de tempo, em municípios selecionados por terem história de epizootias confirmada para febre amarela em 2017 e serem localizados na Região Metropolitana: Salvador; Camaçari; Candeias; Itaparica; Lauro de Freitas; Mata de São João; São Francisco do Conde e Vera Cruz.

A Bahia foi incluída na estratégia do MS para fracionamento da vacina por ter história de epizootias confirmada para febre amarela em 2017 e por ter uma capital com grande contingente populacional. No estado, a campanha de vacinação contra a Febre Amarela será no período de 19 de fevereiro a 9 de março, sendo 24 de fevereiro dia D.

A vacina será fracionada para todos os indivíduos não vacinados, exceto crianças menores de dois anos, viajantes internacionais que necessitem do Certificado Internacional e pessoas com algumas condições clínicas especiais, como HIV e pacientes em quimioterapia, por exemplo.

A Secretaria da Saúde do Estado, por intermédio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde, elaborou o Plano de Ação e está adotando todas as providências necessárias junto aos municípios envolvidos, para alinhar a realização da Campanha.

Com Lauro em Foco

Comentários com Facebook

comentários

Sobre Ipitanga

Ipitanga, rio vermelho para os índios. RMS Notícias by Lauro de Freitas. Curta!

Veja Também

‘Só defensor dos direitos humanos está no nosso grupo de WhatsApp’, Pastor Antonio Jorge do CDDH

Em contato com o Ipitanga o pastor Antonio Jorge, presidente do Conselho de Defesa dos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *