sábado , 24 Fevereiro 2018
Home / RMS / Camaçari / Camaçari: Ocupada há seis dias, Câmara suspende sessão desta terça-feira (25)
Estudantes ocupam Câmara desde a última quinta-feira (20) | Foto: Divulgação

Camaçari: Ocupada há seis dias, Câmara suspende sessão desta terça-feira (25)

A sessão da Câmara Municipal de Camaçari, na região metropolitana de Salvador, foi suspensa nesta terça-feira (25), por conta da ocupação de estudantes que protestam contra o aumento do valor na tarifa de transporte público, válido desde o dia 10 de abril. A ocupação começou na última quinta-feira (20).

De acordo com a assessoria de imprensa da Câmara, o movimento conta com estudantes das redes municipal e estadual, além de universitários do município. A presença dos estudantes não interrompeu o expediente dos funcionários da Câmara, porém, por conta da ocupação, não houve atendimento ao público.

O líder da União dos Estudantes Secundaristas de Camaçari (Uesc), Jardel Corbacho, diz que o movimento pede a revogação do reajuste da tarifa de transporte público. Ainda não há previsão de quando o movimento irá desocupar a Casa.

Segundo a prefeitura de Camaçari, as passagens dos ônibus que circulam na sede e entre as localidades que ligam à orla de Camaçari sofreram reajustes com um percentual médio de 11.1%. A prefeitura afirma que as tarifas de transportes urbanos estavam com valores defasados, porque não sofriam aumento desde julho de 2015.

O transporte que circula na chamada faixa 1, que circulam na sede do município, a tarifa subiu 13%. A passagem dubiu de R$ 2,30 para R$ 2,60. Já na faixa 2, para os ônibus que circulam entre a sede e Arembepe, Jauá, Vila de Abrantes, Catu de Abrantes, Cordoaria, Açu da Capivara e Cajazeiras de Abrantes, o aumento foi de 11,5%. A passarem subiu de R$ 2,60 para R$ 2,90.

Já na faixa 3, entre a sede e Barra do Jacuípe, a passagem sobiu de R$ 2.70 para R$ 3, um reajuste de 11%. A faixa 4, entre a sede e Guarajuba e Monte Gordo o índice de aumento foi de quase 9,67%, com a tarifa passando de R$ 3,10 para R$ 3,40.

Na faixa 5, entre a sede e Barra do Pojuca, Fazenda Cajazeira, Tiririca, Lagoa Seca e Jordão, a tarifa subiu 10%: de R$ 4 para R$ 4,40.

Com a informação e redação do Mais Região.

Comentários com Facebook

comentários

Sobre Ipitanga

Ipitanga, rio vermelho para os índios. RMS Notícias by Lauro de Freitas. Curta!

Veja Também

Com um assaltante preso por dia, roubo a ônibus cai 38% em Jan

Com média de um assaltante de ônibus preso por dia no mês de janeiro, equipes ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *